quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Resenha: Cobras em Compota



Preciso confessar algo pra vocês: amo crônicas! São histórias curtas, objetivas e práticas, que qualquer um entende. Gosto ainda mais se forem engraçadas! E o livro que para mim traduz essa descrição é “Cobras em Compota”, da Índigo, onde ela conta histórias que viveu (e que não viveu) de um modo simples, engraçado e envolvente. Hoje trouxe uma dessas histórias para vocês lerem e “sentirem o gostinho”. Curtam e não deixem de ler o livro. Indicação minha, ok? ;D

  • AMORES PERROS

Não me pergunte por que, mas por algum motivo fui parar no meio de uma palestra esotérica. Lá na frente, uma mulher de bata esvoaçante falava sobre o poder do amor. Tudo bem. Pelo menos a gente não precisava se abraçar e cantar. Encolhida na última fileira, eu ficava entre deixar a sala e continuar para ver o tal poder do amor. A mulher, americana, começou a palestra dizendo que ela podia fazer demonstrações práticas. Eu queria cadeiras voando, algo assim.
Ela pediu que fechássemos os olhos e pensássemos na pessoa que mais amamos no mundo. Depois de segundos de olhos fechados, uma senhora na primeira fileira levantou a mão.
“Pode ser cachorro?”
Outros reforçaram a pergunta:
“Ou gato?”

A palestrante decidiu que seria melhor abrir para animais. Fiquei até o fim. Não entendi o poder do amor. Passei o resto da palestra tentando descobrir quem, ali, trocou o marido pelo cachorro, ou a mãe pelo gato.

domingo, 8 de dezembro de 2013

Estilo Próprio

Hoje vou falar sobre estilo. Mas afinal, o que é estilo? Pode ser uma forma de pensar, agir, um estilo de vida ou simplesmente, um modo de se vestir. Estilo para mim é mais que isso: é um "cartão de visitas", diz quem você é e o que pensa. Ainda mais quando é um estilo próprio. Digo próprio quando a pessoa não se importa apenas em seguir a moda, mas adaptar a moda ao seu estilo.
Sempre fui tímida e queria mostrar às pessoas quem eu era. Como eu era muito tímida para isso, minha escapatória foi usar meu estilo, minha forma de se vestir. E como eu fiz isso? Adaptando o meu jeito de ser às minhas roupas, exemplo: sempre fui alegre, e para mostrar essa alegria, passei a usar roupas e acessórios coloridos. Com essa e outras estratégias, consigo mostrar quem eu sou e me relacionar melhor com as pessoas. #Ficaadica - Cinthia Santana, Blogueira (eu!)

A mensagem que eu quero deixar é: O estilo diz quem você é, e se você souber usar o estilo a seu favor, pode ser uma pessoa mais feliz consigo mesma, e viver melhor. ;D

Espero que tenham gostado do post, estou começando a falar sobre comportamento, e preferi começar com posts curtos. Que tal dar seu depoimento? A pergunta é: COMO VOCÊ USA O SEU ESTILO? 

Beeeijos, Cinthia :3